Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:

Mulher e duas crianças foram mantidas reféns por cerca de duas horas após tiroteio que deixou um policial morto em Juazeiro, BA

Ela e os dois menores foram libertados após o criminoso se render aos militares da Rondesp que gerenciavam a crise. Fato ocorreu na Vila do Rodeadouro, em Juazeiro, Bahia.

Foto: Ascom/Rondesp/PMBA
| Aguarde carregamento da imagem... |

Na tarde desta sexta-feira (23), um tiroteio foi registrado na Vila do Rodeadouro, em Juazeiro, BA. O confronto armado entre policiais e criminosos resultou na morte do investigador de polícia Hilberto da Silva Lopes, de 52 anos, membro da equipe da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação da Região Norte, do Departamento de Polícia do Interior (Depin). Outros dois indivíduos também foram a óbito. (clique aqui e relembre o caso).

No momento da execução dos mandados pela Polícia Civil, três homens se encontravam em uma residência, alvo da operação policial. Foi nesse momento que ocorreu o tiroteio que resultou na morte do policial e de dois dos suspeitos.

O terceiro homem fez reféns uma mulher e uma criança, presentes na casa. Segundo a Polícia Civil de Juazeiro, a mulher seria companheira de um dos alvos da ação, enquanto a criança seria filha de outro homem presente no local.

Foto: Ascom/Rondesp-N/PMBA
| Aguarde carregamento da imagem... |


Devido à situação de reféns, a Polícia Militar foi acionada e, após aproximadamente duas horas de negociação, o homem se entregou.

"Ao chegarmos ao local nos deparamos com o infrator em um quarto, com uma senhora baleada na perna, e duas crianças. Conseguimos manter o contato, diálogo e a partir daí o gerenciamento de crise", relatou o Major Sobral.

A mulher ferida foi levada a um hospital da cidade, porém não foram fornecidos detalhes sobre seu estado de saúde. As crianças encontradas na residência estão sob os cuidados de familiares.

O suspeito que se entregou foi detido e encaminhado à delegacia de Juazeiro. As armas apreendidas pela polícia foram recolhidas para perícia.

O corpo do policial foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade e está programado para cremação no sábado (24).

O policial civil Hilberto da Silva Lopes é natural de Senhor do Bonfim, também no norte da Bahia, e ingressou na instituição em 2000. Inicialmente lotado na delegacia de Sento Sé, pouco mais de três anos depois passou a integrar a sede da Coorpin de Juazeiro. No final da década, passou a atuar em Itiúba, sua cidade natal, na área da 19ª Coorpin, sendo lotado lá em 2011.

Em 2017, após breve licença para concorrer a cargo eletivo, Lopes ingressou na Delegacia de Homicídios de Juazeiro. Dois anos mais tarde, transferiu-se para a Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), então denominada COE. Ele permaneceu na divisão de elite da Polícia Civil até 2021, quando retornou a Juazeiro.

A Polícia Civil lamentou profundamente a perda do policial, enquanto a delegada-geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito, expressou suas condolências à família e aos amigos de Hilberto.

Deixe seu comentário na publicação no Instagram:

Postar um comentário

0 Comentários