Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Falsas pré-campanhas e a estratégia de desistência: muitos pré-candidatos desejam altos cargos e não a cadeira de prefeito de Juazeiro

Há muitos pré-candidatos espertos que lançam seus nomes na corrida eleitoral não com a intenção de liderar o município baiano, mas como peças de um intricado jogo de troca.


ARTIGO POR SAMUEL LAUDILIO
O juazeirense está diante de um cenário em que pré-candidatos lançam seus nomes na corrida não com a intenção de governar, mas como peças de um xadrez político, onde cargos, secretarias e empregos são as cartas na mesa. Neste artigo, Samuel Laudílio adentra os corredores da política, revelando as artimanhas e as estratégias por trás desse intrigante jogo, onde o destino de uma cidade fica à mercê das negociações.

Falsas pré-campanhas 

À medida que as eleições municipais se aproximam, os bastidores políticos ganham vida com estratégias que têm pouco a ver com a verdadeira vontade de servir à cidade de Juazeiro, na Bahia. Nos corredores da política, surgem pré-candidatos espertos que lançam seus nomes na corrida eleitoral não com a intenção de liderar o município, mas como peças de um intricado jogo de troca.

O xadrez político da barganha

Nesse xadrez político, o objetivo dos pré-candidatos é claro: fortalecer seus nomes e, nos momentos finais da corrida eleitoral, negociar sua desistência em troca de grandes promessas. Ofertas de cargos elevados, secretarias e até mesmo a criação de empregos para suas equipes de campanha são as moedas de troca que movimentam esse jogo.

O desinteresse pela cidade de Juazeiro

O que chama a atenção nesse cenário é a falta de compromisso desses pré-candidatos com a cidade, fazendo das necessidades do povo um conjunto que compõe um mero cenário de fundo para jogos políticos e artimanhas para conquistar um interesse pessoal. 

O valor do poder de barganha

Para os políticos tradicionais, a desistência desses pré-candidatos é uma moeda valiosa. Eles estão dispostos a pagar um preço alto para somar votos e vantagens, mesmo que, em muitos casos, os pré-candidatos barganhadores não tenham sequer uma base de apoio sólida.

A democracia em questão

Esse jogo levanta sérias questões sobre a integridade do processo democrático. Os eleitores, muitas vezes, são meros espectadores de negociações obscuras nos bastidores, onde seus interesses são deixados de lado em favor de acordos pessoais.

A responsabilidade do eleitor

À medida que os eleitores se preparam para as eleições, é fundamental que estejam cientes das manobras políticas que ocorrem nos bastidores. O compromisso genuíno com a cidade deve ser o critério principal na escolha de seus líderes. Em última análise, cabe aos eleitores avaliar cuidadosamente os candidatos e suas intenções, garantindo que a cidade de Juazeiro esteja no centro das atenções, em vez de ser usada como moeda de troca em jogos políticos.

Leia os comentários no Instagram e deixe a sua opinião:

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy