5.10.21

Procon ameaça multar WhatsApp em até R$ 10,7 milhões e diz que só 'terremoto' o isentaria por apagão

Órgão quer saber o que motivou o apagão do WhatsApp de ontem e afirma que consumidores sofreram prejuízo; especialistas afirmam que é cabível buscar indenização.


Imagem: Jeso Carneiro/ Flickr
::: Siga o Portal Spy no Google Notícias :::
O Procon-SP notificou nesta terça-feira (5) o WhatsApp, aplicativo que pertence ao Facebook, por ter ficado fora do ar por mais de seis horas na tarde da última segunda-feira. Em pronunciamento que cita a notificação, o diretor-executivo do órgão, Fernando Capez, diz que houve “prestação deficiente de serviço” por parte do mensageiro.
::: Clique aqui e participe do Grupo de WhatsApp de notícias de Juazeiro, Bahia e Petrolina, Pernambuco :::
Para o Procon-SP, não está claro o motivo que provocou a queda do WhatsApp na tarde de ontem. Além do mensageiro, todos os serviços do Facebook passaram por um blecaute, que atingiu o próprio app da rede social e o Instagram. Ainda segundo o órgão, muitas pessoas sofreram prejuízos em razão da prestação deficiente de serviço e que apenas um “evento muito forte”, como um terremoto, poderia isentar a empresa da responsabilidade.
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo Fernando Capez, o Procon-SP entrou com uma notificação contra o WhatsApp porque entende que muitas pessoas sofreram “prejuízos” em razão da “prestação deficiente de serviços”.

De acordo com a empresa, a falha ocorreu durante uma mudança numa estrutura que coordena o tráfego entre seus centros de dados, o que gerou um efeito cascata que interrompeu a comunicação e fez com que outros centros fossem afetados, causando o apagão.

"A causa dessa interrupção também afetou muitas ferramentas e sistemas que utilizamos em nossas operações diárias, complicando nossas tentativas de diagnosticar e resolver o problema rapidamente", informou a plataforma, que diz estar trabalhando para entender melhor o que aconteceu.

A rede afirmou ainda que não há evidências de vazamentos de dados durante o apagão, mas não divulgou quantos dos mais de 2,7 bilhões de usuários de aplicativos do grupo foram afetados.

O Facebook também utilizou a nota para pedir desculpas aos usuários pelo apagão. (Fontes: Jornal O Tempo, Folha de SP e Tecnoblog)

Confira mais notícias em áudio pelo Spy Cast
O canal de podcasts do Portal Spy:
Comente esta matéria em nosso facebook.Fontes:  Jornal O Tempo, Folha de SP e Tecnoblog
via: Portal Spy Licença Creative Commons
Cópia não autorizada estará sujeita a punições legais.

Postar um comentário

Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do Portal. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe. É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.

Veja nosso conteúdo por categoria

...
Clique e acesse

Whatsapp Button works on Mobile Device only