10.9.21

Projeto de extensão da Univasf pretende levar unidade móvel com serviços diversos a agricultores familiares

O Agrotec Sertão visa melhorar a renda e a qualidade de vida das comunidades rurais e deve iniciar as atividades em 2022. 


Foto: Ilustração
::: Siga o Portal Spy no Google Notícias :::
Um projeto de extensão da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) pretende levar serviços, capacitações, certificações e transferência de tecnologia a agricultores familiares de diversos municípios do sertão pernambucano, por meio de uma unidade móvel.
::: Clique aqui e participe do Grupo de WhatsApp de notícias de Juazeiro, Bahia e Petrolina, Pernambuco :::
O Agrotec Sertão visa melhorar a renda e a qualidade de vida das comunidades rurais e deve iniciar as atividades em 2022. O projeto está em fase de elaboração e busca parceiros na Univasf e em outras instituições de ensino, pesquisa e extensão rural para atuar no planejamento e na execução das ações.
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com o coordenador do Agrotec Sertão, o professor do Colegiado de Zootecnia (CZOO) Anderson Miranda de Souza, o processo para aquisição da unidade móvel já está em andamento. A iniciativa conta com R$ 500 mil em recursos provenientes da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que é uma das parceiras do Agrotec Sertão, junto com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A expectativa é que a unidade móvel seja entregue à Univasf até o final deste ano.  


Miranda informa que o projeto tem proposta multidisciplinar, envolvendo outras ações simultâneas como serviços relacionados a regularização de imóveis rurais, serviços de saúde, vacinação animal, serviços ambientais, educação sanitária e ambiental. As ações serão realizadas em parceria com prefeituras e outras instituições e são voltadas a associações, cooperativas, agricultores familiares e grupos não formais de agricultores rurais. “A expectativa é capacitar 500 agricultores e realizar 2 mil serviços durante os dois anos de duração do projeto”, diz o coordenador.

Ele destaca que o projeto está aberto à participação de estudantes, docentes e técnico-administrativos (TAEs) da Univasf, assim como de outros órgãos e instituições que tenham interesse em contribuir com a proposta. Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail anderson.souza@univasf.edu.br.

Confira mais notícias em áudio pelo Spy Cast
O canal de podcasts do Portal Spy:
Comente esta matéria em nosso facebook.Fonte: Comunicação UNIVASF
via: Portal Spy Licença Creative Commons
Cópia não autorizada estará sujeita a punições legais.

Postar um comentário

Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do Portal. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe. É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.

Veja nosso conteúdo por categoria

...
Clique e acesse

Whatsapp Button works on Mobile Device only