quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Escola para profissionais de segurança pública inspirada no FBI é lançada pelo Ministério da Justiça e Seg. Pública

O ministro Sergio Moro afirmou que o Programa terá grandes reflexos na atuação profissional e, consequentemente, na segurança dos brasileiros.


Seégio Moro - Foto: Divulgação/MJSP
O Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou, nesta terça-feira (24), o Programa Academia Nacional de Polícia. A iniciativa tem como objetivo aperfeiçoar competências operacionais dos profissionais de segurança pública do país. Em 2019, serão capacitados 32 policiais, entre delegados das polícias civis e oficiais das polícias militares dos estados e do DF, previamente escolhidos por processo seletivo.
 Comente esta matéria em nosso facebook.O ministro Sergio Moro afirmou que o Programa terá grandes reflexos na atuação profissional e, consequentemente, na segurança dos brasileiros. “O Programa Academia Nacional de Polícia é uma iniciativa importante do MJSP e tenho certeza que, embora possa parecer algo à primeira vista pequeno no momento, é algo que vai gerar grandes frutos no futuro, seja pela qualificação maior dos profissionais de segurança pública ou seja por compartilhar os conhecimentos de experiências diferentes pois, de fato, vai aprofundar a integração que estamos buscando entre as forças de segurança do país. Desta forma, alcançaremos melhores resultados para servir e proteger a população”, afirmou Moro.
A capacitação segue o modelo do “Programa FBI National Academy” e foi elaborado conforme o cenário atual da segurança pública brasileira, sendo resultado de acordo de cooperação técnica entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Polícia Federal. “Estamos muito satisfeitos com a pronta resposta que tivemos da Academia Nacional de Polícia desde o começo desse projeto. Temos certeza que o curso vai promover algo difícil que enfrentamos atualmente que é a integração nos diversos órgãos de segurança pública. E, com o Programa, vamos promover esse network entre os profissionais e compartilhar essa inteligência tão necessária”, explicou.

Para o diretor de Ensino e Estatística (DEE) da Senasp, Jorge Pontes, o Programa contribuirá de maneira transformadora para a segurança pública do país. “A verdadeira epidemia de criminalidade que enfrentamos hoje no Brasil não será combatida com medidas paliativas. Com a perspectiva de médio e longo prazo, o Programa da Academia Nacional de Polícia terá o condão de diminuir as assimetrias entre todas as polícias do nosso país, catalisando o urgente e importantíssimo processo de integração dessas instituições”, afirmou Pontes. 

A solenidade também contou com a presença do diretor de Gestão de Pessoal da Polícia federal, Delano Cerqueira e da diretora da Academia Nacional de Polícia (ANP), Vanessa Leite. “Nossas funções também estão a cooperação com outras agências. E, nesse trabalho de cooperação, integrando o Programa Nacional de Academia de Polícia, será uma oportunidade de trazer policiais já graduados para que venham à Academia de Polícia conhecer um pouco da nossa rotina e do nosso jeito de trabalhar. Será também uma oportunidade de interação entre esses profissionais e conosco”, destacou a diretora.

Sobre o Programa Academia Nacional de Polícia

O aperfeiçoamento dos agentes de segurança terá duração de dois meses, com data de início no dia 30 de setembro. Além das instruções diárias, os alunos realizarão visitas técnicas no Instituto Nacional de Criminalística (INC), no Instituto Médico Legal (IML), na Senasp e no Batalhão de Operações Especiais do Exército Brasileiro, em Goiânia (GO).

O acordo tem como objetivo principal desenvolver atividades acadêmicas de interesse mútuo voltadas à capacitação e ao treinamento de servidores do MJSP, de outros integrantes operacionais do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), bem como planejar e desenvolver institucionalmente o denominado Programa Academia Nacional de Polícia, o qual será composto por cursos de aperfeiçoamento para profissionais de segurança pública.

O programa FBI National Academy que inspirou a elaboração do Programa Academia Nacional de Polícia, foi desenvolvido a partir de 1930 pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. O FBI National Academy teve sua primeira turma formada no ano de 1935 e até hoje realiza seções anuais.  Sua criação originou-se da necessidade de melhor integração entre as instituições policiais federais e locais daquele país. Ao longo dos anos o programa mostrou-se extremamente bem-sucedido ao iniciar e consolidar a formação de uma rede de policiais com cultura da cooperação interagências, além de ter beneficiado a troca de informações e diminuído assimetria entre as instituições policiais.
Fonte: Ministério da Justiça /  Via: Portal Spy Licença Creative Commons

Postar um comentário

Notícias por Categoria

...
Veja mais notícias organizadas por categoria

Whatsapp Button works on Mobile Device only