Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Premiação marca grande noite de encerramento do Festival Sabores de Juazeiro 2023

Ascom/ PMJ

A 3ª edição do ‘Festival Sabores de Juazeiro’ chegou ao fim nesta segunda-feira (11) com a entrega dos prêmios aos vencedores das cinco categorias. O festival gastronômico, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), movimentou bares e restaurantes da cidade no período de 23 de outubro e 19 de novembro e contou com apoio da Prefeitura de Juazeiro e parceria com empresas da região.

A noite da premiação foi marcada com alegria e grandes emoções. A complexidade dos pratos levou a uma competição acirrada. Mais de 43 estabelecimentos participaram e 67 pratos concorreram nas cinco categorias. A primeira categoria “drinks” teve como vencedor o Café e Tal com o refrescante Sertão no Copo; de “lanches”, foi o Isaac do Saint Burguer que levou a melhor. No quesito “petisco”, o vencedor foi o Sushi Nordestino do Caminho de Casa; na categoria “sobremesa”, o Umbu Caju do Le’Brasis foi o premiado. O “prato principal” vencedor foi o suculento Baião Mar e Terra, do Glenn Pier.

A prefeita Suzana Ramos foi representada no evento pelo gestor de Projetos de Cultura e Turismo da Prefeitura de Juazeiro, Edvaldo Franciolli. Segundo Franciolli, a terceira edição do ‘Sabores de Juazeiro’ consolida Juazeiro como um destino gastronômico. “O festival gastronômico é um dos maiores fatores para desenvolvimento do turismo regional. A terceira edição leva ao paladar os ingredientes da terra e movimenta toda a cadeia produtiva. Ficamos felizes com o sucesso estrondoso. A gestão Suzana Ramos segue apoiando e investindo no desenvolvimento sustentável de Juazeiro”, explica Edvaldo Franciolli.
 
O gerente regional do Sebrae Juazeiro, Carlos Cointeiro, ressaltou que a criatividade nas elaborações dos pratos foi o grande destaque deste ano. “Os empreendimentos de Juazeiro inovaram em trazer elementos novos da cultura, da gastronomia local e regional, em seus pratos. Outro realce foi a promoção desses pratos para venda ao público. Então a gente teve uma evolução enorme, mais de quatro mil pratos promocionais foram comercializados durante o período do festival. E mais de quatorze mil pratos vinculados a esses empreendimentos também foram vendidos. Então isso ocasionou um incremento na economia de renda e faturamento”, destaca Carlos Cointeiro.
 
O festival
 
Além da competição e todo engajamento nas redes sociais, mídia espontânea e divulgação em veículos especializados, os integrantes tiveram oportunidade de participar de oficinas com chefs, mixologistas e especialistas em gestão. É o festival que mais inclui pequenos negócios no estado da Bahia e esta carga de qualificação promove o desenvolvimento e inclusão dos empreendimentos.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy