Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Horta escolar fortalece aprendizado dos estudantes na Escola Municipal Presidente Tancredo Neves, em Juazeiro

Ascom/ PMJ

Criada há três meses na Escola Municipal Presidente Tancredo Neves, no bairro Dom José Rodrigues, em Juazeiro, a Horta Ramos já vem dando frutos para a escola e para a comunidade. O projeto, que inclui também um pomar, o cultivo de plantas medicinais e um viveiro de mudas nativas da caatinga, é ferramenta pedagógica dentro da unidade escolar.
 

A iniciativa foi criada a partir da observação do espaço escolar pelo articulador tecnológico da escola, que também tem formação agrícola, Elder Ribeiro. “O projeto da nossa horta foi pensado pelo articulador tecnológico da escola. Percebendo que havia alguns espaços ociosos, ele sugeriu a criação de uma horta para que as crianças pudessem aprender cultivando, cuidando da horta, plantando, colhendo e levando os produtos para casa”, conta a gestora da unidade, Elísia Vânia Rodrigues.

 
A área destinada ao projeto é dividida em cinco espaços, cada um destinado a um tipo de plantio: pomar (frutas), hortaliças, plantas medicinais, plantas nativas da caatinga e um viveiro de mudas, ainda em fase inicial, mas que será destinado a doação de mudas nativas da caatinga. Entre os produtos já cultivados estão coentro, salsa, acerola, goiaba, banana, manga, pitaya, pinha, pau ferro, juazeiro, umbuzeiro, umburana de cambão, alecrim, mastruz, boldo, capim santo, erva-doce e manjericão.

 
Participação dos estudantes e da comunidade


O articulador tecnológico, Elder Ribeiro, explica como a horta contribui para o aprendizado dos estudantes. “Nós trabalhamos com hortaliças, frutas, plantas medicinais, espécies nativas da caatinga e um viveiro. As crianças aprendem sobre a finalidade das plantas, ao mesmo tempo em que trabalhamos outras disciplinas. Em matemática, trabalhamos com a medição e cálculo do espaço necessário para o plantio. Em português, os nomes das plantas e em ciências os nomes científicos de cada planta, por exemplo. Cada professor fica responsável por levar a sua turma para a horta uma vez na semana. Então eles fazem a capina, a limpeza, a irrigação e anotações de dados do plantio, sempre com a minha orientação e do José Luciano, que é monitor escolar e colaborador do projeto”, informa Elder.

 
Marcélio Filho, aluno do 5º ano, relata o que aprendeu com a horta. “Junto com os professores, nós fizemos toda a horta. Capinamos, plantamos, pintamos os pneus, aprendemos os nomes científicos e a zelar pelas plantas, colhemos coentro e fizemos uma macarronada muito boa”, disse o estudante.

 
A produção da horta é comercializada com o auxílio da disciplina de empreendedorismo. Além disso, é utilizada na merenda escolar e também enviada para a família dos estudantes. “Eu achei esse projeto da escola muito importante. Meu filho não tinha contato nenhum com as plantas e depois que criaram a horta, até em casa ele melhorou o desenvolvimento. Já ajuda na cozinha e, inclusive, já levou o coentro aqui da horta para casa, um produto muito bom”, pontua Jaciane Maria dos Anjos, que tem um filho matriculado no 5º ano do Ensino Fundamental.

Fonte: Com informações:
Licença Creative Commons

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy