Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publi topo do site

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Feminicídio: Adolescente de 17 anos morre após sofrer facada durante briga com companheiro em Juazeiro (BA); suspeito ferido foi detido

Crime ocorreu no bairro Sol Levante.

DPT Juazeiro, Bahia -- Foto: Portal Spy

REPORTAGEM POR SAMUEL LAUDILIO
Na madrugada desta quarta-feira (1 novembro), a comunidade do bairro Sol Levante, em Juazeiro, Bahia, foi palco de uma tragédia que chocou seus moradores. 

De acordo com informações obtidas pelo Portal Spy, Jessica J. dos Santos, de 17 anos, foi assassinada a facadas, e o principal suspeito do crime seria seu próprio companheiro. O incidente ocorreu por volta das 03 horas da manhã, deixando a cidade consternada e em busca de respostas.
Informações preliminares das circunstâncias do crime
A vítima, Jéssica, foi encontrada em meio a uma cena de horror, com ferimentos causados por facadas após uma suposta briga dentro de casa com seu companheiro. Jéssica não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Segundo informações iniciais, houve uma discussão acalorada entre o casal, culminando no trágico desfecho. Durante o confronto, o suspeito também sofreu ferimento. Segundo relatos da PMBA repassados para o Portal Spy, ele já foi detido e está custodiado enquanto recebe observação médica em uma unidade de saúde. 

A Polícia Civil já iniciou as investigações do caso, buscando esclarecer os eventos que levaram à morte de Jéssica. O Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção do corpo da vítima, enquanto os familiares e amigos de Jéssica tentam compreender a tragédia que se abateu sobre eles.

Jéssica em vida - Foto: Reprodução internet

Bahia é o estado com mais feminicídios do Nordeste
A violência contra a mulher é um grave problema social e os números mostram que muito ainda precisa ser feito para combatê-la com eficiência, especialmente na Bahia. Em 2022, o estado teve um aumento de 58% nos casos de violência (cerca de um por dia), e se tornou também o estado do Nordeste com o maior número de feminicídios (91). Os dados são da Rede de Observatórios da Segurança, através do boletim ‘Elas Vivem: dados que não se calam’.

Postar um comentário

0 Comentários

Publicidade: