27.9.19

Univasf sediará XXVI Congresso Brasileiro de Fruticultura

O congresso é voltado para estudantes, pesquisadores, produtores, agricultores e empresários da área. 



A Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF) em parceria com a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) realizarão o XXVI Congresso Brasileiro de Fruticultura. Com o tema “Fruticultura de Precisão: Desafios e Oportunidades”, o congresso é voltado para estudantes, pesquisadores, produtores, agricultores e empresários da área. O evento acontecerá entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro, no Complexo Multieventos, no Campus Juazeiro (BA) da Univasf.
 Comente esta matéria em nosso facebook.As inscrições são realizadas pelo site do evento. Até o dia 20 de setembro, as taxas variam entre R$ 150,00 e R$ 750,00, a depender da categoria do congressista. Após esta data, os valores estão sujeitos a alterações. Minicursos e visitas-técnicas custam entre R$ 50,00 e R$ 75,00. A programação do congresso abrange conferências, apresentações de trabalhos, minicursos e mesas redondas. O congresso contará com palestrantes de diversas instituições do Brasil e do exterior e terá tradução simultânea.
As atividade terão início com a realização dos minicursos. No segundo dia, haverá a palestra “Mango-tech in Australia: Assessing Quality and Quantity”, com o pesquisador Kerry Walsh, da Universidade de Queensland, Australia. Walsh é o responsável por desenvolver um aparelho que avalia a qualidade de frutas secas e de pós-colheita sem danificá-las. Ainda no mesmo dia, a palestra “Mango Small Tree System Establishment and Maintenance” será realizada pelo pesquisador da África do Sul Steven Andrew Oosthuyse. Steven Andrew é o precursor do cultivo adensado de mangas, que é a produção reduzida de mangueiras com uma maior colheita dos frutos em pequenas áreas.

Durante o congresso, acontecerá o Prêmio Jovem Cientista em Fruticultura 2019, que visa divulgar as pesquisas científicas desenvolvidas por graduandos/graduados, mestres e doutores. O professor do Colegiado de Engenharia Agronômica Ítalo Lucena, que integra a organização do evento, destaca que o Prêmio Jovem Cientista é uma vitrine de inovação para a área de agronomia. “O prêmio é relevante para reconhecer que os trabalhos são bons para o setor produtivo e que estas pesquisas podem melhorar o cultivo da fruticultura”, conta Lucena.

O Congresso Brasileiro de Fruticultura é realizado desde 1971 e reúne, a cada dois anos, profissionais que atuam no setor. Em 1991, o Vale do São Francisco sediou pela primeira vez a 11º edição do congresso. Segundo Lucena, a região é referência em tecnologias usadas na produção do cultivo de frutas. “Não existe lugar melhor no Brasil para discutir estes assuntos. O Vale é uma referência para a fruticultura, com uso de técnicas avançadas na produção de bons frutos. Esta área é responsável também pela geração de muitos empregos”, finaliza o professor. 

Fonte: Portal Univasf  /  Via: Portal Spy Licença Creative Commons

Postar um comentário

Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do Portal. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe. É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.

Veja nosso conteúdo por categoria

...
Clique e acesse

Whatsapp Button works on Mobile Device only