Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publi topo do site

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

"Zero problema! Isaac é o candidato do PT", diz presidente da sigla na Bahia sobre ausência do nome do ex-prefeito na lista com homologações; entenda

Foto: Divulgação

O panorama político em Juazeiro continua sendo tema de discussão nas redes sociais. Na tarde desta terça-feira (7), o Site Política Livre publicou uma declaração do presidente do PT na Bahia, Éden Valadares. Em sua nota, Éden reiterou o respaldo do partido ao vice-governador Geraldo Júnior (MDB) na corrida pelo Palácio Thomé de Souza. Ele também mencionou que a falta de homologação da candidatura do ex-prefeito Isaac Carvalho pela Executiva nacional do PT não representa um obstáculo. Esse comunicado foi divulgado ontem, abrangendo exclusivamente Salvador e outros 64 municípios com mais de 100 mil habitantes que possuem candidaturas próprias.

Veja o que diz a nota:

“Falsa polêmica. A Executiva nacional, assim como a estadual, vai analisando e divulgando as candidaturas aprovadas na medida em que elas são analisadas em cada reunião. Não há, necessariamente, uma ordem de prioridade, mas sim a capacidade de análise em cada reunião. Como é impossível avaliar todas as demandas nacionais em uma única reunião, o PT vai divulgando listas a cada semana”, argumentou Éden.

No que diz respeito ao cenário eleitoral de Juazeiro, onde a candidatura do ex-prefeito Isaac não foi homologada, Éden disse não existir problema: “Zero problema. Geraldo Júnior é o candidato do PT, do presidente Lula e do governador Jerônimo Rodrigues em Salvador, assim como Isaac é em Juazeiro”, ponderou o dirigente baiano.

Vale frisar que a candidatura de Geraldo Júnior foi definida em dezembro de 2023 pelo conselho político de Jerônimo, com o apoio do PT e demais partidos da base aliada. Após o anúncio, houve resistências ao nome do emedebista pelas correntes e movimentos sociais mais radicais da legenda.

O documento da Executiva nacional do PT, datado desta segunda-feira (06), homologou as candidaturas em 14 capitais, sendo 12 com petistas na cabeça de chapa.



Postar um comentário

0 Comentários

Publicidade: