Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:

Escândalo: Servidores da Educação fazem sexo em repartição pública, gravam relação e vídeo vaza no MT

Nas imagens, a mulher inicia a gravação pelo celular.

Foto: Take do vídeo que viralizou

Dois funcionários da Secretaria Municipal de Educação de Brasnorte (MT), localizada a 571 km de Cuiabá, escolheram uma das salas do prédio público para se envolverem em atividades sexuais, inclusive gravando parte da interação. O vídeo foi divulgado e rapidamente se espalhou pelas redes sociais na quinta-feira (15). Em decorrência da reação negativa, o homem, que era contratado pela secretaria, foi demitido, enquanto a mulher, uma funcionária concursada, está sujeita a investigação em um Processo Disciplinar Administrativo (PAD).

Conforme reportado pelo portal Juína Mais e republicado pelo Portal Spy, o secretário municipal de Educação, Jonathan Ferreira de Melo, explicou que o homem, devido ao cargo que ocupava, tinha livre acesso aos corredores do prédio e já foi desligado do cargo. Por outro lado, a mulher é uma funcionária concursada que trabalha como auxiliar de sala de aula.

O vídeo, gravado pelo próprio casal, os mostra sentados em uma poltrona em uma área da secretaria. É possível ouvir os sons da atividade dos funcionários e algumas palavras de baixo calão foram proferidas durante o ato, aparentemente para intensificar a excitação de ambos. A mulher estava vestida com roupas eróticas e ambos trocavam mensagens sugestivas.

Diante desse cenário, o secretário Jonathan Ferreira expressou seu pesar pelo incidente e enfatizou que a funcionária está sujeita a uma investigação interna que determinará as medidas disciplinares apropriadas para o caso. Ele ressaltou que a equipe da secretaria é composta por "pessoas casadas e honradas, que valorizam um ambiente profissional e ético".

Veja publicação no Instagram:

Postar um comentário

0 Comentários