Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:

Bahia: No primeiro ano como vice-governador, Geraldo Jr. gasta R$ 5,5 milhões a mais que seu antecessor, revela jornal

Na comparação com a média dos quatro anos da gestão passada (2019-2022), Gerado Júnior elevou em 165% as despesas, revela Correio 24h

Foto: Redes Sociais

Na campanha eleitoral de 2022, Geraldo Júnior (MDB) gostava de se comparar a Geraldo Alckmin (PSB), porém, na gestão, essa equiparação perde o sentido. Enquanto o vice-presidente da nação, aparentemente demonstra responsabilidade na gestão dos recursos públicos, o vice-governador mostra-se um gastador excessivo, diz o jornal Correio 24h.

No seu primeiro ano, o emedebista aumentou em 174% as despesas na Vice-Governadoria em relação a 2019, o primeiro ano após a reeleição de seu antecessor, o atual deputado federal João Leão (PP). Segundo dados do próprio governo da Bahia, divulgados pelo Portal da Transparência, foram R$8,65 milhões gastos pelo atual vice-governador em 2023 contra R$3,15 milhões do progressista um ano antes. Houve um crescimento de R$ 5,5 milhões nos gastos. Na comparação com a média dos quatro anos da gestão passada (2019-2022), Gerado Júnior elevou em 165% as despesas.

Despesas de Geraldo Jr. em 2023:
O valor gasto pelo vice-governador em 2023 seria suficiente para a construção de sete postos de saúde nos moldes da Unidade de Saúde da Família (USF), que foi entregue em São Marcos em setembro de 2022. Foi investido pouco mais de R$1,2 milhões para erguer a estrutura. Com esses recursos, seria possível também levantar duas escolas infantis, como o Centro Municipal de Educação Infantil Semente do Amanhã, que custou R$2,5 milhões e foi entregue em fevereiro de 2021.

Leia a matéria completa no jornal Correio 24h: clique aqui

Veja publicação no Instagram:





Fonte: Com informações:
Licença Creative Commons

Postar um comentário

0 Comentários