Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Vereador de Juazeiro é acusado de exercer ilegalmente profissão de veterinário para promover-se politicamente; parlamentar nega

Além disso, a denúncia aponta que a clínica supostamente de propriedade de Aníbal Araújo, a 'Juazeiro Pet', localizada no bairro Santo Antônio, não possui alvará da Vigilância Sanitária.

Foto: Reprodução internet

Alguns defensores dos animais, que preferiram não se identificar, acusaram o vereador Aníbal Araújo de suposto exercício ilegal da profissão e contravenção penal no município de Juazeiro, na região Norte da Bahia. Segundo a denúncia, o vereador estaria realizando atendimentos em uma clínica veterinária sem possuir a devida graduação, oferecendo serviços gratuitos com o intuito de promover-se politicamente por meio da causa animal. A denúncia foi publicada pelo Portal PNB.

De acordo com a acusação, Aníbal Araújo estaria atendendo a população carente e prescrevendo tratamentos através do Instagram. O denunciante afirma que o vereador se elegeu utilizando a causa animal, mas nunca tomou medidas efetivas em prol dos animais de Juazeiro. Agora, próximo das eleições, estaria utilizando indevidamente um jaleco de veterinário para angariar votos, supostamente praticando a profissão de forma ilegal.

Um print mostra o vereador respondendo a uma seguidora que solicita um tratamento para sarna. Aníbal menciona alguns medicamentos e pede que a seguidora leve o animal até a clínica para realizar uma avaliação de peso e idade, a fim de recomendar o medicamento adequado, o Dojazem.

Além disso, a denúncia aponta que a clínica supostamente de propriedade de Aníbal Araújo, a Juazeiro Pet, localizada no bairro Santo Antônio, não possui alvará da Vigilância Sanitária, conforme informações obtidas. Os denunciantes expressam indignação com políticos que exploram causas vulneráveis em benefício próprio, instando o Ministério Público a investigar o caso, pois consideram o exercício ilegal da profissão como contravenção passível de punição judicial.

Foto: Reprodução

Até o momento da redação, a Secretaria de Saúde de Juazeiro não havia respondido sobre a existência do alvará da Vigilância Sanitária para a clínica veterinária, e o site também tentou obter informações da Faculdade UniBRAS Juazeiro, onde Aníbal Araújo se matriculou recentemente no curso de Medicina Veterinária. A instituição esclareceu que o vereador ainda não iniciou o curso, tendo feito a matrícula para o período de 2024.1.

Confira nota da Faculdade

"A Faculdade UniBRAS Juazeiro emite esta nota oficial para esclarecer a situação relacionada ao curso de Medicina Veterinária. A instituição foi informada sobre uma denúncia alegando que um aluno estaria, segundo relatos, envolvido em atividades relacionadas a uma clínica veterinária. A UniBRAS acredita que os fatos necessitam ser apurados. Tendo em vista o ocorrido cabe destacar que a UniBRAS trabalha com os mais elevados padrões éticos na formação de profissionais da área de Medicina Veterinária. O currículo do curso reflete esses princípios, visando a excelência na prática profissional e o respeito aos animais. O compromisso com a ética e a integridade acadêmica é primordial para a Faculdade UniBRAS Juazeiro. Dessa forma, conforme prevê o currículo do curso, os estudantes só possuem contato com a prática profissional por meio dos Estágios Supervisionados, que são acompanhados por profissionais formados. Reiteramos nosso compromisso em formar profissionais capacitados e éticos, contribuindo para o avanço da Medicina Veterinária e para a promoção do bem-estar animal"

Em nota, vereador Aníbal Araújo nega as acusações.

“Não atendo como veterinário. Sou um voluntário da causa animal, que ajuda animais de rua. Quando um animal sofre mais tratos, e não tem a quem recorrer, nós damos o apoio necessário. Não atendo animal ganhando dinheiro. Sou um voluntário e o Pet Shop não é meu. Todos os animais que eu tirei foto foram acompanhados por um veterinário eu apenas fiz a publicação. As publicações que foram feitas, nenhuma foram cobradas, todas como voluntario. Em Juazeiro, infelizmente, não tem nenhum lugar para levar esses animais que são vítimas de maus tratos. Eu nunca mediquei um animal por conta própria, até porque foge da minha responsabilidade ética. Também não receito medicamentos, pois  eu não sou autorizado para receitar. O que pode ter são fotos que tirei depois de um curativo, ou um animal que foi dado um remédio para vermes ou carrapatos”.

Crime

O Art 47 da Lei de Contravenções Penais determina que: “Exercer profissão ou atividade econômica ou anunciar que a exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado o seu exercício: Pena – prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa”.

Deixe seu comentário em nosso Instagram:

Postar um comentário

0 Comentários

Publicidade:

Ad Code

Publicidade: