Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Sindicato emite nota explosiva cobrando salário dos servidores da Saúde de Juazeiro, BA; Sesau informa que cumpre o prazo legal

"Prioriza pagamento aos aliados... E comissionados, já que é lá que se encontra a parentela", diz trecho da emitida na manhã desta segunda-feira (8).

Foto: Divulgação / Via: Portal Spy

Na manhã desta segunda-feira (8), Telma Marineide, presidente do Sintrab/Saúde em Juazeiro (BA), divulgou uma nota à imprensa regional expondo duras críticas contra a gestão Suzana Ramos. No comunicado, Telma ergue a voz contra a prefeitura, buscando desmontar um release oficial do órgão que celebrava a 'valorização dos servidores públicos' sob a administração municipal. A ação é reflexo de tensões crescentes entre o sindicato e a atual gestão do município.

Confira nota na íntegra: 

Juazeiro do pão e circo!

Na semana que passou circulou uma nota da ASCOM enchendo de elogios a gestão SUZANA RAMOS, tratando de valorização dos servidores públicos do município de Juazeiro.

É fato e notório que o intelectual da nossa PREFEITA não é de todo invejável, mas acredito que isso não a impossibilite de saber que a Secretaria de Saúde faz parte do município de Juazeiro e que os servidores da saúde também são servidores públicos do município. A última vez que esses receberam salário do mês trabalhado foi no ano passado, em 2023, quando receberam o mês de novembro. A prefeita que não paga corretamente o que deve aos servidores da saúde, pode dizer que está valorizando servidores públicos!?

A gestão que prioriza pagamento aos aliados, fornecedores, e aos cargos comissionados, já que é lá que se encontra a parentela, a pagar aos verdadeiros trabalhadores que de fato estão prestando serviço ao povo de Juazeiro nos hospitais, unidades de saúde, nos momentos de maior necessidade que é na falta de saúde, num momento de doença de dor. Afinal, quando o povo busca o serviço de saúde necessita ser recebido por alguém que esteja bem mentalmente, sem apresentar nenhum risco à saúde da população. Porém, não podemos esquecer que o trabalhador da saúde também é um ser humano e ninguém tem como dar o que não tem nem pra si.

Com a CERTEZA de que um mês tem no máximo 31 dias, e que servidor público trabalha 30 dias para receber seu salário trabalhado, e que já se passaram sete dias, deixo aqui a minha pergunta: Como estaria a saúde mental de uma trabalhadora, mãe, assalariada que até o momento não recebeu o salário, não pagou às suas contas, muitas não têm nem como deixar o pão na mesa para os seus filhos antes de sair para trabalhar!? Cientes de que estão sendo lesadas em um direito primordial, salário, verba alimentar, e o pior por uma PREFEITA, MULHER, MÃE, cujo governo anuncia em notas atrações caríssimas para o próximo carnaval da cidade. Sem pagar aos trabalhadores!

Afinal, onde a prefeita SUZANA deixou o seu senso de justiça e de amor ao próximo? Depois de eleita, depois do poder da caneta!?

Alguém pode imaginar como fica aquela servidora mãe depois de lê a nota da prefeita? Isso é no mínimo um deboche à situação de quem não faz parte de pequenos grupos privilegiados, já que que nem mesmo o salário do mês, que lhes é devido, tiveram ainda o direito de receber.

Nem mesmo o repasse que vem do Ministério da Saúde como verba carimbada para o PISO DA ENFERMAGEM essa gestão respeita. O recurso chega dentro do mês trabalhado para ser pago, e eles só repassam para a enfermagem na segunda quinzena do mês seguinte.

Como explicar que a gestão da prefeita SUZANA RAMOS, que paga a saúde com muita dificuldade, ou seja com muita má vontade, consiga com recursos próprios aprovar gratificação para grupo da saúde? Sim, porquê os responsáveis pelo financeiro da saúde SEMPRE tem a mesma desculpa que “estão aguardando que a administração libere os recursos e que estão aguardando para pagar”, se os recursos próprios não estão sendo suficientes para pagar aos servidores efetivos, como tem a condição de gratificar a alguns!?

E, simultâneo a isso, além de receber o pagamento atrasado, os descontos efetuados nos contracheques dos servidores são absurdos.

Cabe informar que devido o município tratar os servidores da saúde efetivos, como se celetista fossem, sem ter o mínimo de compromisso e respeito, já que paga a todas as secretárias no final do mês trabalhado, até o início do mês seguinte, a gestão municipal trata os iguais de forma diferentes, já que são todos efetivos do mesmo município.

Já faz um tempo que o SINTRAB fez denuncia ao Ministério Público, e ainda aguarda RESPOSTAS da Promotora sobre a denuncia feita. Em nenhum município no Brasil servidor público tem como data base o quinto dia útil, somente para a Secretária de Saúde em Juazeiro da Bahia adotaram essa prática.

Valorização de servidores públicos é pagar o salário no dia certo. É ter um RH capacitado a não cometer tantos erros no salário dos servidores.

Falta de dinheiro para pagar a saúde não é… Basta lê a nota informando às gratificações votadas na câmara, para muitos com recursos próprios, e basta observar também as atrações indicadas para o próximo carnaval.

PREFEITA, ASSIM COMO O POVO POBRE DE JUAZEIRO NECESSITA DOS SERVIÇOS DE SAÚDE, O SERVIDOR DA SAÚDE TAMBÉM NECESSITA RECEBER SEU SALÁRIO MENSAL.

PAGUE AO POVO!, finaliza nota, assinada por Telma Marineide, presidente do Sintrab/Saude.

Deixe seu comentário no Instagram:

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy