Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Insatisfeita, mulher joga carro dentro de recepção de hospital no Rio de Janeiro [vídeo]

Segundo a Polícia Civil, mulher estava insatisfeita com o atendimento que a irmã estava recebendo. Ela foi presa. Hospital abriu sindicância para apurar o caso.


Foto: Reprodução

Um vídeo registrado por uma câmera de segurança mostra o exato momento em que a mulher, insatisfeita com o atendimento que a irmã vinha recebendo, invade a recepção do Hospital de Emergência de Resende (RJ) com o carro. Ela foi presa em flagrante.

O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (20) e assustou funcionários, pacientes e acompanhantes que estavam no local. Ninguém ficou ferido.

Nas imagens, é possível perceber que a mulher sobe com o carro na calçada do hospital e estoura a porta de vidro da recepção. Em seguida, o veículo segue por mais de 10 metros para dentro da unidade, quase atingido pacientes e funcionários que estavam na parte interna.

A motorista saiu do veículo muito nervosa, reclamando do atendimento aos gritos (assista à cena no vídeo abaixo).

A mulher já tinha levado a irmã ao hospital, por volta de meio-dia, por causa de uma contusão no joelho.

Por volta de 15h, a irmã voltou a sentir dor. "E aí ela acionou novamente o Samu e o Samu falou: 'Olha, estamos em um outro atendimento e logo iremos buscar a sua irmã", explicou o delegado responsável pelo caso, Michel Floroschk.

Desesperada e sem querer esperar a ambulância diante do problema, a mulher transportou a irmã, que sofre de obesidade, deitada no porta-malas do carro. No caminho para o hospital, ela chegou a pegar a Via Dutra com o veículo com a porta do porta-malas aberta (veja no vídeo abaixo).

"Chegando na porta do hospital, ela engatou a primeira e invadiu o hospital, quebrando a porta, quebrando tudo", disse o delegado.
A limpeza dos estilhaços do vidro foi feita e o hospital seguiu funcionando normalmente — não houve interrupção no atendimento.

Hospital abriu sindicância

Inicialmente, a prefeitura, que administra a unidade médica, disse por meio de nota oficial que no primeiro atendimento feito à paciente não havia sido identificada nenhuma fratura, "apenas escoriações", e que por isso ela foi liberada.

"Foi constatado que não havia trauma, apenas escoriações. Às 12h16, ela foi medicada e minutos depois liberada, pois não havia nenhuma indicação de internação ou qualquer outro tratamento", detalhou o hospital.
No entanto, após familiares e amigos da paciente alegarem que houve fratura e que ela precisaria passar por uma cirurgia, a prefeitura divulgou uma nova nota na qual afirma que o hospital abriu uma sindicância para apurar o caso.

Até a publicação desta reportagem, a prefeitura não havia confirmado a fratura e a necessidade de uma cirurgia.

Segundo a Polícia Civil, o episódio foi proposital e, por isso, a motorista foi presa em flagrante por dano qualificado e direção perigosa.

"Quando ela sai de casa, ela já sai com essa intenção. Então, a intenção não era apenas socorrer a sua irmã. A intenção era descontar toda a sua raiva no hospital, colocando em risco diversas pessoas que estavam ali", disse o delegado.
Ela passará por uma audiência de custódia nesta quinta-feira (21) que vai definir se ela responderá em liberdade ou terá a prisão preventiva decretada.

"No momento, a fiança não vai ser arbitrada porque ela deve passar por audiência de custódia, até mesmo para ver se ela coloca em risco a sociedade, ou não", concluiu o delegado.

Assista vídeo no Instagram:



Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy