Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publi topo do site

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Juazeiro divulga balanço dos atendimentos da campanha do Outubro Rosa nas UBSs

Foto: Ascom/PMJ

A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), intensificou as ações de cuidados com a saúde da mulher no mês passado, em alusão à Campanha Outubro Rosa, que faz um alerta sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e doenças relacionadas ao público feminino. Foram realizados cerca de mil atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município.

Durante a campanha, as mulheres participaram de palestras, buscaram consultas, realizaram exames citopatológicos, clínicos e encaminhamentos para exames especializados. A prefeita Suzana Ramos ressaltou os esforços da gestão em realizar ações de saúde com foco na prevenção, o que garante mais qualidade de vida para a população. “Reunimos esforços para aumentar as ações de prevenção nas unidades de saúde. Essas ações buscam identificar e orientar o cidadão para reduzir os riscos à saúde de todos. No Outubro Rosa, superamos as expectativas com mais de mil atendimentos no acompanhamento específico das mulheres com exames e consultas. A prevenção é a melhor arma contra o câncer de mama e colo de útero”, destacou a prefeita.

No ano de 2023 já foram realizados mais de 9 mil exames preventivos. As UBSs e as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) integram o setor de Atenção Primária à Saúde (APS), que é responsável pela identificação, prevenção e acompanhamento dos usuários nas comunidades. “As equipes de ESF e das UBS têm como um dos objetivos buscar os usuários das comunidades para orientar na rotina de cuidados, na importância da prevenção e controle de doenças crônicas, gestação e não apenas realizar consultas e exames. Nas unidades também são realizadas rodas de conversas, palestras para levar cada vez mais informações que vão auxiliar na prevenção”, ressaltou o secretário de Saúde, Alcione Eneas.

Dados
O câncer no colo do útero foi responsável por 6.627 mortes no Brasil, em 2020. A estimativa do Ministério da Saúde é que, de 2023 a 2025, cerca de 17 mil mulheres sejam diagnosticadas com o tumor, causado pelo papilomavírus humano (HPV).

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o triênio 2023-2025, foram estimados 73.610 casos novos de câncer de mama.

Postar um comentário

0 Comentários

Publicidade: