Destaques arredondados Z2

6/Z2/ticker-posts

Publicidade:
Publi aqui - Portal Spy

Suspeito de participar de confronto com morte de policial na BA respondia por tráfico e porte de armas, afirma órgão de segurança


O quinto homem suspeito de ter participado do confronto que resultou na morte do policial federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, de 42 anos, em Salvador, na sexta-feira (15), havia sido preso, em junho de 2023, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Em nota, a SSP informou que, após ser preso, Vitor Eduardo Santos Dantas foi colocado em liberdade provisória. Ele seria integrante da facção que entrou em confronto com policiais na sexta-feira.

Vitor morreu na madrugada de sábado (16), em confronto com a polícia no bairro de Mirantes de Periperi, que fica próximo do bairro de Valéria, onde aconteceu o crime.
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com a SSP, agentes chegaram ao local após receberem denúncia anônima. A polícia tentou abordar um grupo, houve revide e confronto. De acordo com a SSP, Vitor foi atingido e socorrido para o Hospital do Subúrbio, onde morreu. O restante do grupo conseguiu escapar.

Com ele, foram encontrados uma submetralhadora calibre 9mm, carregador e munições. A SSP o classifica como comparsa dos outros quatro homens que morreram em Valéria. A Polícia Civil diz que ele usava tornozeleira eletrônica e fazia parte de um grupo criminoso.
Equipes da polícias Militar, Civil e Federal, e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), seguem com as ações por conta do episódio de violência na capital baiana. É realizado, neste sábado (16), policiamento ostensivo e preventivo na BR-324 e nas entradas de bairros como Valéria, Palestina e Águas Claras. A fiscalização tem chegado a cidades próximas de Salvador, como Amélia Rodrigues.

A SSP informou que dados sobre outros integrantes da facção podem ser enviadas por meio do telefone 181 (Disque Denúncia da SSP), com sigilo assegurado.

Entenda o caso
Um policial federal e quatro homens morreram em um confronto, na manhã de sexta-feira (15), na região de Valéria, em Salvador. Outros dois agentes (um da Polícia Federal e outro da Civil) ficaram feridos.

O policial Lucas Monteiro Caribé chegou a ser socorrido com os outros dois agentes para o Hospital Geraldo Estado (HGE), na capital baiana, mas chegou à unidade sem vida. Um dos policiais feridos passou por cirurgia no olho.

De acordo com a SSP-BA, os quatro homens que morreram são suspeitos de fazer parte do grupo criminoso que trocou tiros com os policiais. Dois morreram no momento do tiroteio, e os outros, horas depois, em uma região de matagal, entre os bairros de Valéria e Rio Sena, durante a fuga.

Apenas um suspeito teve o nome divulgado. Uélisson Neves Brito, conhecido como "Cara Fina", era procurado por atuar no tráfico de drogas da região e fazia parte do Baralho do Crime, da Secretária de Segurança Pública (SSP-BA). A secretaria informou que não vai divulgar os nomes dos outros suspeitos mortos no confronto.

Desde agosto, a Polícia Federal participa de operações na Bahia como parte de um acordo de cooperação entre o governo estadual e federal para reprimir a criminalidade no estado.

O grupo criminoso se escondeu em uma região de mata fechada, do bairro periférico da capital baiana, de acordo com a secretaria da segurança da Bahia.

Valéria fica em um ponto considerado estratégico para o tráfico de drogas e é palco de constantes confrontos entre facções criminosas de atuação local e nacional. A região margeia duas rodovias, a BR-324 e a BA-528, conhecida como Estrada do Derba, onde ocorreu a operação. A localidade está em um dos limites de Salvador, próximo ao município de Simões Filho, e tem extenso matagal.

Segundo dados do Monitor da Violência, a Bahia é o estado com maior número de mortes violentas no primeiro trimestre de 2023.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Publicidade::
Publi aqui - Portal Spy