terça-feira, 27 de agosto de 2019

Bahia registra mais de 31 mil focos de incêndio no ano; oeste é região com mais casos

Focos de queimada não correspondem necessariamente a um incêndio.


Fogo em Luís Eduardo Magalhães | Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros
Enquanto o mundo está preocupado com as chamas que avançam sobre a Amazônia, o problema das queimadas na Bahia é com o bioma do Cerrado, de predominância na região Oeste.

Um total de 31.877 focos de incêndio foi registrado na Bahia entre 1° de janeiro e esta segunda-feira (26). O número é 41,7% do registrado em 2018, que finalizou com 76.264 focos. A maioria dos registros vem do Oeste do estado. Segundo o Jornal Correio, os dados são do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Focos de incêndio não são exatamente queimadas. Estas têm efeitos maiores.
 Comente esta matéria em nosso facebook. Além do Oeste, as queimadas também são presentes na Chapada Diamantina, onde os registros ocorrem mais no verão. No dia 21 de agosto, os satélites do Inpe detectaram 392 focos na Bahia de um total de 1.181 focos em outros biomas do território nacional. Na Bahia, os focos ocorreram em Formosa do Rio Preto (14 focos), Riachão das Neves (5), São Desidério (3), Coribe (3), Buritirama (2), Cocos (2), Sebastião Laranjeiras (2) e Catolândia (1).
Fontes: (clique para acessar) Correio, Voz da Bahia, Bahia Notícias, G1 Bahia
Via: Portal Spy

Postar um comentário

Notícias por Categoria

...
Veja mais notícias organizadas por categoria

Whatsapp Button works on Mobile Device only