terça-feira, 26 de junho de 2018

“Contas do ex-prefeito Isaac Carvalho foram aprovadas sem acesso aos documentos”, afirma vereador

Derivado de algumas dúvidas lançadas á mente de populares na Sessão Ordinária da última segunda, dia 25, o Portal Spy recolheu informações e montou uma matéria sobre o que houve na Câmara de Vereadores da cidade.

(Foto: Facebook Câmara)
Na foto: Vereadores em reunião, depois da presidência pedir intervalo na Sessão para explicar a  necessidade da votação de contas de Isaac Carvalho.  
Tais informações tem origens principalmente da própria sessão registrada em vídeo e compartilhada na rede social da Câmara, por sequência nota da assessoria da casa e também diálogo com o vereador Dr. Allan Jones (PTC).

Estiveram presentes 19 vereadores na nesta última sessão do primeiro período legislativo de 2018, votaram ontem e aprovaram com 18 votos favoráveis e uma abstenção as contas dos exercícios de 2013 e 2014 do ex-prefeito Isaac Carvalho. A abstenção foi do vereador Dr. Allan Jones (PTC).

“A Sessão foi marcada para votação da LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias enviada pelo Executivo Municipal e não para contas do ex-prefeito do PC do B, Isaac Carvalho. Os Vereadores não tiverem acesso prévio a tais contas, como deveria ter sido feito, por isso ninguém tinha parecer técnico e análise sobre documentos” disse o Dr. Allan Jones. 
“Não tem condição de avaliar dois documentos tão importantes em 10, 15 minutos e a partir dali fazer um juízo de valor e entender qual será seu voto. A linguagem é muito técnica, trata-se de termos contábeis. Inclusive eu como advogado, precisava de tempo para analisar” disse Allan a redação do Portal Spy. 

Mediante a ocasião o vereador do PSC protocolou um requerimento à Mesa Diretora da Casa, mas não foi aceito. “Foi um requerimento, baseado no regimento interno, para que a presidência permitisse o adiamento da apreciação de contas do ex-prefeito de Juazeiro” disse. 
Allan justifica sua posição e continua: “Na verdade houve votação sem ter acesso aos documentos, então me abstive. Porque não posso dizer que sou contra ou favor a algo que eu não conheço”.

Por outro lado o Presidente da Câmara, Alex Tanuri (PSL), disse que as contas do ex-prefeito Isaac Carvalho (PC do B) deveriam também serem votadas naquela sessão a pedido derivado do Tribunal de Contas dos Municípios, que tem prazo para informar ao TRE – Tribunal Regional Eleitoral a situação das contas dos gestores em razão das eleições deste ano, sobre este parecer é notável tal postura na nota de assessoria da câmara. 

Para esclarecer a necessidade e urgência da votação, Tanuri por duas vezes pede intervalo e pausa a sessão para conversar com vereadores, para dar mais explicações e fazer vereadores entenderem sobre a necessidade de votação das contas do ex-prefeito, inclusive até a transmissão ao vivo pela rede social da câmara também foi pausada para tais conversas. Sob influência desses detalhamentos do presidente, outros vereadores como Charles Leal, Tia Célia e Bené, que se mostravam em sintonia com a posição de Allan Jones, ou seja, desejando o adiamento da votação de contas de Isaac Carvalho, mudaram parecer e acabaram votando e aprovando as contas do ex-prefeito como os demais membros da câmara, de acordo com análise do TCM e não de averiguação crítica própria, como deveria ser, ainda segundo declarações do Dr. Allan Jones.

Já para Tanuri, o que a Câmara fez foi validar a decisão do TCM, que já havia aprovado as contas: “Votamos hoje o parecer do TCM acompanhando a decisão do Tribunal pela aprovação. O que fizemos foi retirar as ressalvas” disse.



Redação Portal SPY

Com informações da ASCOM/Câmara Vereadores

Assista a sessão completa:





Postar um comentário

Notícias por Categoria

...
Veja mais notícias organizadas por categoria

Whatsapp Button works on Mobile Device only